Episódios De 'As Aventuras De Poliana', De 11 A quinze

20 May 2019 10:53
Tags

Back to list of posts

<h1>Acesse Informa&ccedil;&otilde;es De Programas Acess&iacute;veis Pro Dia Das M&atilde;es O Dia</h1>

<p>Jamile Asher, 25 anos, &eacute; secret&aacute;ria e m&atilde;e da Emylee Vict&oacute;ria, de 10 anos. Por aqui, ela fala a respeito da experi&ecirc;ncia de ter sido m&atilde;e jovem. “Engravidei aos 15 anos do meu primeiro namorado quando completamos um ano juntos. A gesta&ccedil;&atilde;o n&atilde;o foi idealizada. Eu sabia o que deveria fazer para me prevenir, todavia na data achava que era madura, que sabia o que estava fazendo e que nada aconteceria comigo. Descobri que estava esperando um mo&ccedil;o com quase 3 meses de gravidez. Minha m&atilde;e desconfiou visto que a menstrua&ccedil;&atilde;o dela vinha quase pela mesma data que a minha e, apesar de sentir c&oacute;licas, o sangramento n&atilde;o descia. Gael Quer Ceder Guarda Do Filho A Clara E Sophia Surta /p&gt;
</p>
<p>Por isso, ela me levou a uma Unidade B&aacute;sica de Sa&uacute;de (UBS) e no teste de urina foi constatado que eu estava gr&aacute;vida. Foi um vasto susto para mim! A n&atilde;o ser alguns desejos estranhos e sono fora do normal, eu n&atilde;o tinha notado nenhum outro sintoma. Ao ganhar a not&iacute;cia, fiquei envergonhada por ser t&atilde;o nova e n&atilde;o sabia como eu conseguiria olhar de novo nos olhos da minha m&atilde;e. Confira 65 Atra&ccedil;&otilde;es Gratuitas Para Curtir O Encerramento De Semana /p&gt;
</p>
<p>Ela ficou uma semana sem dizer comigo. Os familiares me deram v&aacute;rios serm&otilde;es, contudo me apoiaram de bra&ccedil;os abertos. Somente uma irm&atilde; n&atilde;o ficou do meu lado e dizia coisas que me machucavam e humilhavam. Eu bem como recebi o apoio do pai da minha filha, todavia, com certeza, cobraram mais de mim do que do meu namorado pelo caso de ele ser homem. Me diziam com regularidade que ap&oacute;s um tempo ele poderia me abandonar e que eu ficaria sozinha com a garota. Eu decidi provar pra todos que ser m&atilde;e nova n&atilde;o seria um impedimento e, sim, um motivo a mais para ter for&ccedil;as e acompanhar em frente.</p>

<p>Frequentei a institui&ccedil;&atilde;o de ensino at&eacute; uma semana antes de dar &agrave; luminosidade e voltei pras atividades da rotina quando a minha filha completou dois meses. Fiz trabalhos para recompensar todo o conte&uacute;do que havia perdido nas mat&eacute;rias. Eu n&atilde;o sofri muito preconceito no col&eacute;gio, porque eu n&atilde;o era a &uacute;nica gr&aacute;vida - v&aacute;rias meninas da minha idade estavam pela mesma situa&ccedil;&atilde;o.</p>
<ul>

<li>3 Sacav&eacute;m e o processo dos T&aacute;voras</li>

<li>8 de junho de 2017 &agrave;s 20:Quatrorze</li>

<li>dezenove de mar&ccedil;o de 2015 &agrave;s 19:Quinze</li>

<li>O PROGRAMA</li>

<li>Como Fazer um email YAHOO MAIL</li>

</ul>

<p>Eu aceitei bem a gravidez, por&eacute;m a minha ficha s&oacute; caiu quando o pi&aacute; nasceu. Apesar dos familiares me tratarem bem, eu fiquei muito fechada e sentia que as pessoas me olhavam diferente na rua ou mesmo quando encontrava uma pessoa que n&atilde;o via h&aacute; longo tempo. Os m&eacute;dicos comentavam que eu era nova e uma vez um ginecologista me argumentou: “Parab&eacute;ns!</p>

<p>Ano que vem nos encontramos de novo”, querendo dizer que logo Especialista Ensina cinco Sugest&otilde;es Infal&iacute;veis Para Conquistar Um Homem de novo. Como Ajeitar Tua Mala Para 3 Semanas Na Europa e n&atilde;o tomei anestesia. Essa n&atilde;o foi exatamente uma possibilidade minha - mesmo pelo motivo de eu era muito nova -, no entanto durante o pr&eacute;-natal o obstetra informou que se tudo corresse bem pela gravidez, este seria a trajet&oacute;ria. Depois que a minha filha nasceu, eu tomei conta dela a maior parte do tempo e assumi todas as tarefas, como dar banho, lavar as roupinhas, tomar conta, educar.</p>

<p>Minha m&atilde;e ajudava quando eu tinha que deslocar-se para a institui&ccedil;&atilde;o de ensino ou trabalhar. Eu nunca morei com o pai dela e n&oacute;s nos separamos quando minha pequena tinha tr&ecirc;s anos. O t&eacute;rmino foi dificultoso, contudo eu superei. 9 meses depois, conheci o homem que hoje &eacute; o meu marido e ele deu um novo sentido pra minha vida.</p>

<p>Eu precisava de uma pessoa que fosse respons&aacute;vel, que lutasse comigo para conseguir os objetivos e eu localizei essa pessoa. No come&ccedil;o do namoro, os pais dele ficaram receosos pelo epis&oacute;dio de eu possuir uma filha. Eles tinham medo de que eu n&atilde;o fosse respeit&aacute;vel e demorou um tempo pra que entendessem que ser m&atilde;e solteira n&atilde;o significa ser vulgar. No momento em que era mais nova, eu me pegava pensando: ‘e se eu tivesse me cuidado mais?</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License